30 de dezembro de 2010

Romance

O perfume, romance.
A boca vermelha, cálida
contrastando com os profundos olhos castanhos, escuros e tristes
Pele pálida
uns dois tons mais claro que a sua pele repleta de cores, que se entrelaça
observada pelo espelho redondo ou oval, preso no teto.
Meus olhos, famintos...percorrem todo o teu corpo
Te observa falar, sem nada ouvir
Apenas observa sua expressão, sua boca semi aberta, sorrindo, ou quando você passa os dentes sob o lábio inferior.
O perfume, seu sexo.
Desperta em mim ainda mais desejo...
pelas suas palavras mudas, teus suspiros, o que me diz e não podes repetir em outros contextos, seus filmes..música, textos.
Seu carinho.
Deitar nas suas costas...falar doce e baixinho
sentir o seu arrepio na ponta dos meus dedos...
E quando o amanhã chegar...vencer seus medos!

27 de dezembro de 2010

Sempre no fim do ano...

Leio nos seus lábios as palavras que marejam meus olhos...

Leio nos seus olhos outro mundo a minha espera

me confundo..

Me fundo a você em um movimento delicadamente forte

me desmancho, deságuo...desidrato

Falo palavras sussurradas que só você entende

E me entende...me espera e me deixa

Eu sofro, morro e tento reviver para mais um dia sem você!

6 de dezembro de 2010

Para os seus olhos

Seus olhos me perseguem por toda a sala
vazia
tento disfarçar que não noto
em vão
Seus olhos sorriem quando cruzam com os meus
e eu quase digo...o que pretendes?
Depois compreendo
a sua pressa
a sua presa
sou eu!
Nos despedimos, e seus olhos continuam
sorrindo!